Como falar com sua filha sobre o corpo dela

Adoraria ter feito, mas não fui eu quem escreveu este texto lindo. Ele dá voz a muito do que penso sobre este assunto. Certos comentários dos adultos, inconscientemente, podem levar as meninas a seguirem padrões de beleza inalcançáveis que poderão deixá-las com uma sensação de fracasso permanente. Então porque não nos vigiarmos e focarmos nossos elogios em outras qualidades que estão ali, tão evidentes, que as ajudarão a reconhecer e definir a mulher que serão em breve?
Traduzi para poder compartilhar com todos. Boa leitura! O link do texto original está no final.
“Como falar com sua filha sobre o corpo dela”, passo 1:
Não fale com ela sobre isso, exceto para mostrar como é o funcionamento dele.
Não diga nada se ela perdeu peso. Não diga nada se ela ganhou peso.
Se você acha o corpo da sua filha maravilhoso, não diga isso. Aqui seguem algumas dicas do que você pode dizer no lugar:
“ Você aparenta tanta saúde, minha filha!”
ou que tal:
“Você está parecendo tão forte!”
“Eu posso ver como você está feliz! Você está brilhando!”
Melhor ainda, a cumprimente por algo que não tenha nada a ver com seu físico.
Não comente sobre o físico das outras mulheres. Não faça isso. Nenhum mísero comentário, positivo ou negativo.
Ensine à sua filha sobre gentileza. Inclusive gentileza com ela mesma.
Não gaste sequer um minuto da sua vida dizendo pra ela como você odeia seu corpo, ou falando sobre a sua dieta.        De verdade, não mostre à sua filha que você faz dieta. Compre comida saudável. Cozinhe comida saudável. Mas cuidado! Não diga a ela que você está fazendo “restrição de carboidratos”. Sua filha nunca deve ser levada a pensar que carboidratos são ruins, porque a vergonha sobre o que você come só pode levar à vergonha sobre si mesmo.
Encorage sua filha a correr porque isso vai fazê-la liberar o stress. Encorage sua filha a escalar montanhas porque é no topo delas que fica mais fácil explorarmos nossa espiritualidade. Encorage sua filha a surfar e a fazer mountain bike porque isso a amedronta, o que é bom de vez em quando.
Ajude – a a amar esportes porque eles a farão uma mulher lider e mais confiante. Explique que em qualquer fase da vida ela precisará pertencer a um time e a ajudar alguns outros para seu trabalho.  Nunca a obrigue a praticar um esporte que ela não ame.
Prove para sua filha que ela não precisa de um homem para mudar os móveis de lugar.
Ensine sua filha a refogar escarola.
Ensine a sua filha a fazer um bolo de chocolate que leve 6 colheres de manteiga.
Entregue a ela uma receita de família (como aquele bolo de café da vovó),  transmita todo o seu amor.
Talvez você e sua filha tenham coxas grossas ou peitos largos. É muito fácil não amar essas características físicas “fora do padrão”. Diga para sua filha que com suas pernas ela poderá correr as mais desafiadoras maratonas, se ela quiser, e que com suas costas largas ela garante o melhor protetor para seus pulmões fortes. Ela então poderá, se quiser, gritar ou cantar para ser ouvida pelo mundo.

Relembre sua filha que a melhor coisa que ela pode fazer com seu corpo é usá-lo para mobilizar sua alma linda.

Deixe seu comentário