Acorde a sua intuição ao comer

Olhem que legal… as dicas foram extraídas do livro “Intuitive eating”.
É um desafio diário saber quando a fome é real e quando ela está ali por causa de alguma emoção (negativa ou positiva). Mas é treinando essa percepção que nos tornamos mais conscientes e conseguimos cuidar melhor da nossa alimentação e, consequentemente, da nossa saúde.

Chef Thais Tezza

OS 10 PRINCÍPIOS DO COMER INTUITIVO 

1) Rejeite a mentalidade da dieta
Esqueça livros de dieta e artigos de revista que ofereçam a falsa esperança de perda de peso rápida, fácil e permanente.
2) Honre sua fome
Mantenha seu corpo alimentado com energia suficiente. Se deixar atingir o ponto máximo da fome, todas as tentativas de moderar e comer conscientemente podem se tornar ineficazes.
3) Faça as pazes com a comida
Se você disser que “não pode” ou que “não deve” comer determinado alimento, isso poderá intensificar os sentimentos de privação e gerar vontades incontroláveis. Esse tipo de comportamento costuma levar a compulsões alimentares.
4) Desafie o “policial da comida”
Diga “não” aos pensamentos que falam que você é “bom” quando come o mínimo de calorias ou “ruim” porque você comeu um pedaço de torta de chocolate. Espantar o “policial da comida” é um importante passo para se reconectar com o comer intuitivo.
5) Respeite sua saciedade
Escute quando os sinais do seu corpo disserem que você ainda não está satisfeito ou o contrário. Pare na metade da refeição e se pergunte qual é o sabor da comida e como anda o seu nível de saciedade.
6) Descubra um momento de satisfação
Quando você come o que realmente quer, em um ambiente convidativo, a satisfação promovida se tornará uma força poderosa na percepção da saciedade e do contentamento.
7) Honre seus sentimentos sem a comida
Encontre maneiras de alívio, estímulo, distração e resolva seus problemas sem usar a comida. Ansiedade, solidão, tédio e raiva são emoções que todos nós vivenciamos ao longo da vida. Cada uma delas tem seu próprio início e fim. A comida não consertará nenhum desses sentimentos.
8) Respeite seu corpo e aceite sua genética
Fica muito difícil rejeitar a mentalidade de dieta se você tem expectativas fantasiosas e é extremamente crítico com relação a sua forma corporal. Respeite-a e, então, você poderá se sentir melhor consigo mesmo.
9) Exercite-se
seja ativo e sinta a diferença. Mude o foco para como você se sente movendo o seu corpo, em vez de quantas calorias você gasta fazendo o exercício. Se, quando você acorda, a sua única meta é perder peso, não haverá motivação suficiente para sair da cama.
10) Honre sua saúde
Usar os conhecimentos nutricionais de forma flexível permite que você faça escolhas alimentares que honrem sua saúde enquanto faz você se sentir bem. Ninguém precisa de uma dieta perfeita para ser saudável. Você não ficará repentinamente com alguma deficiência nutricional, ou ganhará peso em um único lanche, em uma única refeição, ou em um único dia.

Deixe seu comentário